Nativo vs Híbrido vs Multiplataforma: a melhor opção para aplicações móveis em 2024

O desenvolvimento de aplicações mobile é sempre um desafio para as empresas, principalmente porque elas têm dificuldade em criar uma metodologia de desenvolvimento. Criar um aplicativo móvel requer muita pesquisa e análise do tipo de negócio que você deseja alcançar com o aplicativo móvel.

Fatores como escala de operações, tráfego e outros parâmetros voltados para o consumidor precisam ser levados em consideração antes de finalizar uma solução. Mas mesmo antes de projetar e desenvolver uma solução, há um elemento-chave que você precisa finalizar:

Você deve criar um aplicativo nativo ou móvel híbrido ou investir em um aplicativo multiplataforma?

Responder a essa pergunta é um pouco complicado, mas antes de entrarmos na resposta, vamos dar uma breve olhada no que são exatamente esses três modos de desenvolvimento de aplicativos móveis.

O que é desenvolvimento de aplicativos móveis nativos?

É o processo de criação de um aplicativo exclusivamente para uma das principais plataformas de aplicativos como Android e iOS. Possui ferramentas dedicadas para criar aplicativos nativos para os respectivos sistemas operacionais.

Alguns exemplos são Java e Kotlin para Android e Swift e Objective C para iOS.

Esta forma de desenvolvimento coloca mais ênfase na aplicação que deriva das capacidades subjacentes do sistema operacional para o qual foi desenvolvida. Os desenvolvedores podem facilmente adicionar mais recursos a esses aplicativos devido à sua capacidade de aproveitar diretamente o uso de elementos essenciais do hardware do smartphone, como GPS, sensores de proximidade, câmera, microfone, etc.

O que é desenvolvimento de aplicativos móveis híbridos?

Criar um aplicativo móvel híbrido significa criar uma solução web e móvel integrada, onde a solução principal reside em um formato web dentro de uma plataforma de aplicativo móvel nativa.

Os programas principais são criados usando linguagens de desenvolvimento web como HTML, CSS e JavaScript e integrados a aplicativos móveis nativos com a ajuda de plug-ins. Os plug-ins atuam como uma ponte para o código da web aproveitar as vantagens dos recursos do aplicativo nativo.

Ler:  Como criar um widget de navegação para a barra lateral no WordPress

Em termos simples, os aplicativos híbridos funcionam nas configurações do navegador incorporado, assim como em um aplicativo nativo. O sistema operacional Android usa WebView e iOS depende de WKWebView para exibir conteúdo de aplicativo híbrido dentro do ambiente de aplicativo nativo.

O que é desenvolvimento de aplicativos multiplataforma?

Há muita confusão na comunidade empresarial, onde os empreendedores muitas vezes confundem o desenvolvimento de aplicativos multiplataforma e o desenvolvimento de aplicativos híbridos como a mesma coisa. Na realidade, eles são diferentes.

O desenvolvimento de aplicativos multiplataforma funciona com base no princípio da criação de código reutilizável e compartilhável que pode ser usado para criar aplicativos para diferentes plataformas de sistemas operacionais. Ele reúne o conceito de escrever um único trecho de código que pode ser reutilizado em várias plataformas e reduz bastante o esforço e o custo de desenvolvimento.

Agora vamos examinar a questão de um milhão de dólares:

Uma empresa deve criar seu aplicativo móvel com uma estratégia de desenvolvimento nativa, híbrida ou multiplataforma?

É difícil escolher um vencedor, mas fizemos o nosso melhor para identificar qual estratégia oferece o melhor retorno sobre o investimento em alguns paradigmas importantes de desenvolvimento de aplicativos nos quais todas as empresas estariam interessadas.

Com base nos méritos de cada elemento, você pode decidir qual metodologia de desenvolvimento sua prática de desenvolvimento de aplicativos móveis deve adotar. Aqui estão nossas observações sobre os principais pilares de um aplicativo móvel e como cada um dos três princípios de desenvolvimento se combinam nesses pilares principais:

Custo de desenvolvimento

Se você é uma pequena empresa ou uma startup, o custo será definitivamente uma prioridade na tomada de decisões de investimento em TI.

É aqui que fatores como esforço de desenvolvimento reduzido, tempo de lançamento no mercado mais rápido e trechos de código reutilizáveis ​​desempenharão um papel fundamental. Como já mencionamos acima, o desenvolvimento de aplicativos multiplataforma é o vencedor ideal nesta categoria, pois permite aos desenvolvedores criar um único código-fonte que pode ser transformado no aplicativo baseado no respectivo sistema operacional.

Ler:  Nossas tendências previstas de marketing digital para 2024

Vários recursos de desenvolvimento de aplicativos multiplataforma permitem que os desenvolvedores incorporem facilmente a experiência do aplicativo nativo neste modo de desenvolvimento. Com menos esforço, pode ser desenvolvido com menos recursos e é a escolha ideal quando você deseja criar um aplicativo para atender públicos-alvo em múltiplas plataformas ao mesmo tempo.

Desempenho

Quando seu aplicativo móvel se destina a atender clientes, o desempenho é uma prioridade fundamental. E por desempenho queremos dizer a capacidade do seu aplicativo móvel de satisfazer cenários exigentes em qualquer uma das plataformas de sistema operacional.

É aqui que o desenvolvimento de aplicativos móveis nativos pode ser a melhor opção. Seguir uma abordagem de desenvolvimento nativo permite explorar facilmente recursos avançados do smartphone, como gerenciamento de memória, pontos de acesso sem fio e de rede, etc., para otimizar a entrega de serviços. Isso refletirá muito no desempenho do seu aplicativo móvel em uma ampla variedade de dispositivos executados em ambas as plataformas.

O desenvolvimento de aplicativos híbridos e multiplataforma requer suporte adicional baseado em estrutura para fornecer mais recursos em escala e ainda pode enfrentar restrições ou limitações na exploração de todo o poder dos smartphones com a mesma eficácia que os aplicativos móveis nativos.

Ferramentas de desenvolvimento e suporte de biblioteca

Esta seção testemunha uma competição acirrada e acirrada entre as 3 abordagens. Hoje, existem diversas opções disponíveis para os desenvolvedores criarem aplicativos com base em qualquer um desses princípios de desenvolvimento.

Para desenvolvimento de aplicativos nativos, você pode contar com Xcode, AppCode e Android Studio para fornecer soluções de aplicativos inovadoras.

Para o desenvolvimento de aplicativos híbridos, existem ferramentas como Ionic, Apache Cordova e Visual Studio que ajudarão os desenvolvedores a criar aplicativos com mais rapidez.

Quando se trata de desenvolvimento de aplicativos multiplataforma, você tem ferramentas como React Native, Flutter e Xamarin para ajudar no desenvolvimento de aplicativos sem complicações.

Os aplicativos nativos não dependem muito de outras bibliotecas de código aberto para incorporar recursos e capacidades, mas o desenvolvimento de aplicativos híbridos e de plataforma cruzada requer amplo suporte de biblioteca e estrutura para criar uma experiência equivalente aos aplicativos nativos.

Ler:  Fluxos de trabalho GoHighLevel – o guia completo

Mas ainda assim, quando se trata de uma perspectiva de desenvolvimento técnico, todos os três modos têm capacidade suficiente para se sustentarem e, portanto, não é possível escolher um vencedor claro neste aspecto.

Experiência do usuário e personalização

Hoje, os clientes exigem não apenas um ótimo desempenho de um aplicativo, mas também uma melhor experiência do usuário em toda a sua interação. É aqui que a usabilidade, customização e customização se tornam um fator chave na tomada de decisão.

Aqui, os aplicativos nativos têm a vantagem inerente de melhores recursos de interface de usuário, pois aproveitam as bibliotecas pré-construídas e os componentes de interface do sistema operacional subjacente e são facilmente personalizáveis. O desempenho da UI também é maior em aplicativos nativos.

Os aplicativos multiplataforma fornecem desempenho de interface do usuário semelhante, mas ficam aquém em áreas onde seu desempenho depende de outros aplicativos nativos do smartphone, pois sua interoperabilidade não tem um bom histórico. Portanto, no geral, o desenvolvimento de aplicativos nativos parece estar na vanguarda neste setor.

Segurança

Quando a sua aplicação mobile tem impacto direto nos dados do cliente, ou seja, se você gerencia informações pessoais, é muito essencial garantir que a sua aplicação não apresenta falhas ou vulnerabilidades de segurança.

Qualquer comprometimento dos dados do cliente pode resultar em danos que podem levar sua empresa à falência.

Como a segurança é combinada com vários recursos integrados aos smartphones, os aplicativos nativos oferecem maior escopo para a construção de recursos de segurança. Como você pode aproveitar facilmente as credenciais principais do sistema operacional, é mais fácil para os desenvolvedores introduzir medidas como criptografia de arquivos, detecção inteligente de fraudes nas principais bibliotecas do sistema operacional e muito mais. Implemento Software de gerenciamento de dispositivos Android É uma forma de melhorar a segurança da sua aplicação e proteger dados confidenciais dos clientes.

Ler:  5 dicas vitais de segurança para seu site WordPress

Esta é uma das principais razões pelas quais as organizações financeiras e governamentais em todo o mundo têm mais preferência pelo desenvolvimento de aplicações móveis nativas, uma vez que oferece um ambiente mais seguro para os dados dos clientes que passam pela aplicação no seu ciclo de trabalho diário.

Cobrimos 5 pilares principais nos quais todo aplicativo móvel hoje deve ter um foco confiável. Pode-se ver aqui que o desenvolvimento de aplicativos nativos sempre tem uma vantagem adicional sobre as versões híbridas e multiplataforma, e com razão. Os aplicativos nativos têm mais acesso e privilégios aos principais recursos e protocolos do sistema operacional e certamente serão mais robustos em termos de desempenho e experiência do usuário.

Mas para pequenas empresas e startups, às vezes a velocidade de lançamento no mercado, o custo e a facilidade de desenvolvimento podem ser uma prioridade maior.

É aqui que o desenvolvimento híbrido e multiplataforma faz sentido. Marcas como Airbnb começaram com React Native, uma tecnologia de desenvolvimento de aplicativos multiplataforma em seus primeiros dias, porque queriam entregar atualizações mais rapidamente e gerenciar a base de código mais facilmente com menos funcionários.

Com o passar do tempo, eles mudaram seu foco para um aplicativo de alto desempenho e, assim, começou a transição de aplicativos multiplataforma para aplicativos nativos. Este modelo de transição será comum no espaço de desenvolvimento de aplicações móveis, uma vez que as exigências do mercado são muito dinâmicas e, sem dúvida, terão de evoluir juntamente com elas.

Conclusão

Não declararemos um vencedor definitivo neste concurso, pois as empresas agora têm a opção de escolher uma prioridade entre os itens que cobrimos.

Depois que isso for resolvido, você poderá escolher a plataforma que melhor suporta o pilar principal. Se você é empresário e deseja desenvolver um ótimo aplicativo mobile para seus clientes e busca um modelo de desenvolvimento sustentável, entre em contato conosco.

Nossos consultores trabalharão com você para identificar a metodologia de desenvolvimento que melhor se adapta às suas aplicações móveis para garantir que seu negócio permaneça competitivo e bem-sucedido.

Novas publicações:

Recomendação