Os 4 erros comuns na hora de construir sua marca

Construir uma marca positiva é uma parte fundamental de qualquer estratégia de marketing, e essencial para alcançar o sucesso da sua empresa. Sua marca é o que o diferencia de seus concorrentes e cria uma impressão duradoura em seus consumidores. Por definição, marca é “a prática de marketing de criar um nome, símbolo ou design que identifique e diferencie um produto de outros produtos”.

Seu logotipo é a base da sua marca. Deve funcionar juntamente com uma variedade de outros elementos – por exemplo, publicidade, seu site, atendimento ao cliente e embalagens e materiais promocionais – para criar uma marca única e bem percebida.

Mas o que acontece quando a marca dá errado?

hora da história

Tenho certeza de que a maioria de nós já ouviu falar da Colgate, a conhecida marca de pasta de dente, certo? Bem, o que você talvez não saiba é que em 1982, a Colgate decidiu aderir à tendência de alimentos congelados e lançou uma linha de entradas congeladas da marca Colgate chamada ‘Entradas de cozinha Colgate‘.

Bem, não sei sobre você, mas imagino que terão um sabor bem fresco e mentolado. Como a Colgate é uma marca bem estabelecida na indústria de pasta de dente, é difícil associá-la a qualquer outra coisa, pelo menos não a alimentos congelados! Este novo produto simplesmente não era consistente com a imagem de marca existente, por isso não é surpresa que tenha sido um fracasso total.

Isenção de responsabilidade: a imagem acima é uma maquete proveniente do Reddit, não do produto real.

Ler:  Quatro razões para construir seu projeto paralelo com WordPress

Eles poderiam ter sido os pratos congelados mais saborosos do mercado, mas com o nome e logotipo Colgate, simplesmente não funcionou.

Acho que a lição a ser aprendida aqui é continuar com aquilo em que você é bom. Não passe anos construindo uma marca popular e depois tente mudar para algo completamente diferente sem uma reformulação adequada da marca.

Este é apenas um exemplo de erro comum de branding a ser evitado. Então vamos dar uma olhada em mais alguns…

4 erros comuns de branding

Em primeiro lugar, sua marca deve ser projetada pensando no seu público-alvo. É simplesmente impossível tentar criar uma marca que agrade a todos. Faça sua pesquisa e concentre-se no que você gosta e não gosta e nas necessidades e desejos do seu mercado-alvo. Com esse conhecimento, você pode criar uma marca lucrativa e usar mensagens que captem o interesse das pessoas certas.

Um elemento vital para poder “comprar” uma marca é a sua capacidade de relacionamento. Usar o conteúdo certo, no tom de voz certo, pode tocar seu cliente, permitindo que ele estabeleça uma conexão pessoal com você, o que, em última análise, ajuda a construir confiança.

  • Inconsistências em múltiplas plataformas

Ao construir uma marca forte, você precisa manter a consistência. Não fazer isso confundirá seu público e fará com que sua empresa pareça pouco profissional e talvez até indigna de confiança.

Em seus 128 anos de existência, a Coca-Cola quase não mudou seu logotipo, tornando-se talvez uma das marcas mais consistentes da história. E valeu a pena: a marca conquistou uma reputação tão sólida que nenhum outro refrigerante pode vencê-lo.

Ler:  Como construir uma audiência no Instagram com 4 dicas comprovadas

Mas ser consistente não envolve apenas o seu logotipo. Consistência significa que em cada plataforma que você utiliza, seja site, blog, Facebook, LinkedIn, material impresso, etc., a forma como você se retrata permanece a mesma. Isso pode ser visual, então em termos de logotipo, tamanhos de logotipo, cores, imagens e fontes que você usa, mas você também pode ir além dos elementos de design e incluir a mensagem, a voz e o tom da sua marca. Muitas vezes é aqui que um guia de estilo da marca Vem muito bem.

  • Pense localmente, não globalmente

Quer você tenha ou não planos de se tornar uma empresa global, é importante considerar como sua marca e sua mensagem podem ser interpretadas em todo o mundo. Só porque funciona bem para o seu público-alvo em uma área específica, não significa que será o mesmo em todos os outros locais.

Veja a Pepsi como exemplo. Quando eles lançado na China Eles não levaram em conta a importância da linguagem e por isso entraram no mercado com uma tradução palavra por palavra de seu slogan americano: “Pepsi traz você de volta à vida”.

O que eles não sabiam na época era que a tradução direta desta frase em chinês significava “Pepsi traz seus antepassados ​​de volta do túmulo”. Obviamente, isso não agradou muito aos habitantes locais, especialmente em um país onde o culto aos ancestrais é uma parte importante da cultura.

Uma situação semelhante ocorreu com as fraldas Pampers quando a Procter & Gamble começou vendê-los no Japão. A embalagem trazia a imagem de um cegonha dando à luz um bebê, uma história bem conhecida em diversas culturas, como Europa e Estados Unidos.

Ler:  6 erros de marketing do Facebook a serem evitados

Contudo, os pais japoneses não estavam familiarizados com esta história, por isso, quando as vendas não decolaram, a P&G conduziu uma pesquisa de mercado. Foi então que descobriram esse erro e aprenderam que a embalagem cegonha estava afastando os clientes e que precisavam fazer uma mudança para ter sucesso nesse mercado.

Faça sua pesquisa e prepare-se para saber como suas imagens e mensagens poderão ser percebidas em outros países. Não se torne uma marca associada à ignorância ou ao etnocentrismo.

Tentando mude o nome da sua empresa Pode ser um negócio arriscado, principalmente se você tem uma marca bem estabelecida e tem muito a perder. Se der errado, pode ser extremamente caro para a empresa em termos do dinheiro gasto no redesenho e no lançamento, bem como na possibilidade de perder clientes fiéis de longo prazo. Geralmente as pessoas não gostam de mudanças, por isso é importante agir com cuidado.

Dito isto, não evoluir a sua marca é, na verdade, um erro crítico de branding que pode ter um impacto negativo no seu negócio. Um site ou logotipo desatualizado pode fazer com que até as melhores empresas pareçam pouco profissionais. Se o Airbnb tivesse mantido seu logotipo original, talvez nunca tivesse alcançado o sucesso que tem hoje. Se você não se adaptar, poderá ficar para trás.

Um exemplo bem conhecido a reformulação da marca deu errado vem da Gap. Sem aviso prévio, o logotipo original que os serviu durante 20 anos desapareceu completamente e foi substituído por um novo. Seria um eufemismo dizer que isso não foi bem aceito pelos consumidores.

Ler:  Como começar com publicidade PPC

Não demorou muito para que o redesenho provocasse o que só pode ser descrito como uma reação online, resultando na reversão da Gap para o logotipo original depois de apenas 6 dias. Apesar de parecer algo que poderia ser montado no clássico da Microsoft.arte da palavra‘, diz-se que o novo logotipo tem Custou à empresa 100 milhões de dólares (Oh!).

Qualquer reformulação da marca deve ser cuidadosamente planejada tendo em mente seus clientes fiéis. Com a Gap, eles simplesmente pareciam ignorar qualquer uma das regras fundamentais de branding, pensando que sua marca “icônica” poderia escapar impune. E bem, como esperado, não foi assim.

Conclusão

Marcas meticulosamente construídas têm a capacidade de se tornarem superpoderosas. De fato, 59% dos consumidores preferem comprar novos produtos e serviços de marcas que conhecem. Assim, depois de ser reconhecido como uma marca forte, transparente e confiável, você descobrirá que poderá reter seus clientes atuais e adquirir novos com muito mais facilidade. Aprenda com os erros das empresas que discutimos ao longo deste post e atenha-se ao que você faz bem, seja consistente, tenha um público-alvo claro, considere a localização e seja estratégico na hora de mudar.

Para obter conteúdo mais detalhado sobre o que fazer e o que não fazer quando se trata de branding, por que não conferir nosso guia gratuito? Guia do profissional de marketing para construir uma marca em 2020. Sinta-se à vontade para entrar em contato comigo diretamente em [email protected] com quaisquer comentários, perguntas ou dúvidas que você possa ter!

Novas publicações:

Recomendação