Produto Fintech SaaS: o que é e o que significa? Como construí-lo

Resumo rápido

No cenário em constante evolução da tecnologia financeira (fintech), os produtos de software como serviço (SaaS) ganharam importância significativa. As soluções Fintech SaaS permitem que as empresas forneçam serviços financeiros inovadores e escalonáveis ​​aos clientes, ao mesmo tempo que aproveitam os benefícios da entrega de software baseado em nuvem. Esta postagem do blog explora o que é um produto SaaS fintech e descreve as etapas essenciais para criá-lo com sucesso.

O que é tecnologia financeira?

O mundo da tecnologia emergente está atraindo todas as indústrias para que dependam dele. Da saúde às finanças, todas as indústrias têm as suas próprias plataformas digitais para os seus serviços e soluções. Fintech, palavra que significa tecnologia financeira, teve um grande impacto em todo o mundo.

Fintech é o termo coloquial para a digitalização do setor financeiro. Alguns exemplos são aplicativos de bancos digitais, plataformas de negociação, NFTs, criptomoedas, carteiras digitais, etc.

Os aplicativos móveis ou plataformas de software como serviço mencionados acima são classificados no setor de operações financeiras. Esta indústria ganhou popularidade desde o COVID-19 e uma grande multidão se reuniu em torno dela. Espera-se que o mercado da indústria fintech cresça a um CAGR de 26,3% a partir de De US$ 145,6 bilhões em 2022 para US$ 942,7 bilhões até 2030.

As soluções SaaS para produtos fintech são a nova tendência de mercado para investimento. No entanto, a criação de tais aplicativos ou plataformas requer experiência em desenvolvimento de software. A solução é escolher um adequado Empresa de desenvolvimento SaaS para o seu produto fintech digital.

Leia também: Como escolher uma empresa confiável de desenvolvimento de aplicativos SaaS?

Defina produtos SaaS Fintech:

Fintech SaaS refere-se a aplicativos de software entregues pela Internet, que permitem que instituições financeiras, startups ou provedores de serviços ofereçam produtos e serviços financeiros aos clientes por meio de assinatura. Na indústria de software, diversas empresas de desenvolvimento de fintech oferecem serviços financeiros digitais. Do net banking aos pagamentos digitais, vários tipos de produtos oferecidos pelas empresas fintech são baseados no conceito SaaS.

Tipos de aplicativos Fintech SaaS:

No mercado, existem muitos aplicativos SaaS fintech disponíveis para transações financeiras. O setor financeiro é tão vasto quanto um oceano e existem inúmeras oportunidades e modelos de negócios disponíveis. A maioria dos proprietários de empresas financeiras está investindo em startups de fintech para se beneficiarem de um alto retorno do investimento. Abaixo estão alguns exemplos de aplicativos SaaS fintech:

Aplicativos bancários pela Internet:

O desenvolvimento de aplicativos bancários de rede SaaS para fintech tornou a vida mais simples. Alguns cliques em aplicativos móveis substituíram o incômodo de dirigir até os bancos e perder tempo em filas. Além disso, agora existem bancos que operam apenas online. Nos EUA, bancos como Acrons, Current, Chime, Ally Mobile, etc. são os aplicativos bancários líquidos mais bem avaliados. Eles permitem que os usuários abram contas, processem pagamentos, gerenciem-nas e utilizem-nas on-line para todos os seus requisitos regulatórios financeiros.

Plataformas de negociação e investimento:

Esses aplicativos SaaS fintech oferecem serviços úteis, incluindo ações, moedas e mercado de capitais. Eles auxiliam na criação, administração e comercialização do seu investimento. Ao participar de negociações on-line, esses aplicativos ajudarão você a ganhar dinheiro. Alguns dos melhores exemplos de aplicativos de negociação e investimento de ações são Robinhood, Webull, Cash App, Firsttrade, E-trade, etc.

Aplicações de financiamento ao consumidor:

Os aplicativos de financiamento ao consumidor são aqueles que auxiliam na gestão do dinheiro. O aplicativo ajuda você a economizar dinheiro e gerenciar suas despesas.

Aplicações de seguros:

Essas aplicações atendem ao setor de seguros, tanto empresas quanto clientes. Esse tipo de sistema pode ser qualquer coisa, desde um CRM dedicado no site de uma seguradora até um aplicativo móvel. Além disso, para os clientes, isso permite que eles vejam todas as suas apólices de seguro e adicionem mais, se necessário.

Carteira Digital:

Este é o exemplo perfeito do que o termo “digitalização” implica: criação de carteira digital. As carteiras digitais visam permitir que os usuários armazenem suas finanças e façam pagamentos online. Exemplos de carteiras digitais são ApplePay, Paypal, Paytm, GPay, etc.

Os 10 principais exemplos de SaaS de produtos Fintech

A indústria de desenvolvimento SaaS ganhou popularidade entre várias empresas. Várias empresas fintech SaaS são tolerantes em seus esforços para atender às necessidades de seus clientes. A indústria fintech está criando oportunidades para empresas de SaaS criarem vários aplicativos. Estes são os 10 principais exemplos de SaaS para produtos de software fintech.

Tecnologia de mudança:

Shift Technology é uma solução SaaS fintech nativa de IA. Seu objetivo é ajudar as empresas a prevenir fraudes e automatizar sinistros em caso de imprevistos. Sua tecnologia baseada em inteligência artificial ajuda seus clientes a fazer seleções de seguros precisas e confiáveis.

Khatabook:

Khatabook é uma das empresas SaaS que mais cresce no mundo. Micro, pequenas e médias instituições podem utilizá-lo para rastrear com segurança suas transações financeiras.

MANTO:

MANTL é um modelo de negócios SaaS empresarial. Ajuda os consumidores a abrir contas de depósito rapidamente e em qualquer dispositivo. Todos os anos, a sua tecnologia ajuda as empresas a angariar depósitos essenciais no valor de milhares de milhões de dólares.

Listra:

O exemplo de fintech SaaS de maior sucesso é o Stripe. Stripe oferece vários produtos, como pagamentos globais, serviços bancários como serviço, receitas e automação financeira. Stripe é um aplicativo que atende ao setor financeiro e permite aceitar pagamentos online em todo o mundo.

ZETA:

Zeta é um fornecedor de soluções bancárias e de pagamento baseadas em nuvem para empresas e bancos. Oferece aos usuários opções para gerenciar pagamentos de funcionários, receber pagamentos de clientes e pagar fornecedores.

fio guia:

GuideWire é uma empresa que oferece soluções baseadas em nuvem e inteligência artificial. O principal objetivo é a gestão e acompanhamento das apólices de seguros. Soluções para gestão de sinistros, faturamento de seguros, subscrição e administração de apólices são alguns de seus produtos. Além disso, fornece soluções de vendas, subscrição e análise preditiva de risco.

Arriscado:

Riskified é uma solução de comércio eletrônico baseada em inteligência artificial para prevenir fraudes em pagamentos. Ele usa algoritmos de aprendizado de máquina e análise de big data para fornecer às organizações informações de pagamento que lhes permitem aprovar ou rejeitar transações.

piloto.com:

Pilot.com oferece uma variedade de serviços, como contabilidade empresarial e consultoria de CFO para ajudar as empresas a melhorar. Esta plataforma ajuda a gerir as finanças da empresa.

BitSight:

BitSight é um aplicativo SaaS fintech baseado em nuvem que fornece soluções de gerenciamento de risco cibernético. Oferece soluções de gestão financeira para empresas do setor de serviços, varejo, saúde, manufatura e educação.

JusPay:

JusPay é uma plataforma que oferece soluções de pagamento ponta a ponta. Oferece gateways de pagamento, soluções UPI completas, soluções unificadas para todas as suas necessidades de pagamento e muito mais.

Principais recursos do produto Fintech SaaS

Quando você deseja construir um produto SaaS fintech, a principal preocupação são os recursos que mantêm seu aplicativo SaaS no alvo. Bem, existem muitas empresas SaaS no mercado que oferecem aplicativos SaaS fintech altamente escalonáveis ​​e seguros. Vamos entender os recursos considerados ao criar aplicativos SaaS fintech.

Interface de usuário intuitiva:

O recurso mais atraente é a criação de uma interface de usuário atraente e fácil de usar. A interface do usuário faz login rapidamente e ajuda a entender melhor as etapas de processamento.

Segurança:

A segurança é o aspecto mais difícil e importante com o qual os proprietários de empresas devem estar satisfeitos. A indústria fintech está diretamente relacionada ao setor financeiro e às transações monetárias. Altos padrões de segurança e gerenciamento de dados são necessários para aplicativos SaaS fintech.

Forma de pagamento:

Os aplicativos Fintech SaaS não devem enfrentar problemas com tarefas financeiras, como transferências de dinheiro, pagamentos online e verificação de saldo. Além disso, a função de gateway de pagamento necessita de alta segurança. Hoje, a inteligência artificial e a computação em nuvem criaram um caminho fácil para realizar tais tarefas.

Gerenciamento de usuários:

Os usuários têm muitas opções com fintech SaaS. Por exemplo, os clientes podem decidir se desejam criar suporte para usuário único ou multiusuário com base em suas necessidades. Estas funções são utilizadas principalmente para gerir os dados dos utilizadores e os seus serviços financeiros.

Experiência personalizada:

Quando um aplicativo é desenvolvido pensando em suas necessidades, os usuários adoram. Os usuários devem ter a opção de filtrar as informações que recebem (como alertas push), no mínimo.

Etapas para criar um produto SaaS Fintech

Vamos passar para a seção sobre desenvolvimento de produtos fintech SaaS, agora que temos um conhecimento sólido. Estas são as etapas comprovadas para criar um produto SaaS fintech.

Pilote a investigação:

Quando você decide criar seu software de solução fintech, o importante é pesquisá-lo. Então, que tipo de software ou aplicativo você deseja criar? Será útil para indústrias e serviços específicos ou será geral?

Ao realizar a pesquisa, você precisa analisar o seu público-alvo, o consumidor final e o escopo do trabalho.

Seleção de pilha de tecnologia:

Após entender o escopo do trabalho, escolha as tecnologias certas para o seu processo de desenvolvimento. Os aplicativos Fintech SaaS são desafiadores e diversificados de construir; eles precisam de um rico pilha de tecnologia. Aqui está uma lista de tecnologias que você pode selecionar para o processo de desenvolvimento de SaaS fintech.

Processo interno: Java, Python, NodeJS, Ruby, C++, Kotlin, Laravel, Swift

Interface: Angular.Js, EmberJS, React nativo, VueJS

Base de dados: MySQL, MongoDB, PostgreSQL

Servidor:AWS

Forma de pagamento: Stripe, PayPal e Braintree

Integrações de API: API Frames, API Twilio, ShuftiPro, Apex, API Syncfy Connect

Monte uma equipe dedicada:

Após coletar o escopo do trabalho e conhecer o stack tecnológico, escolha a equipe para trabalhar no seu projeto. Designers de UI/UX, desenvolvedores de back-end, desenvolvedores front-endSerão necessários gerentes de projeto e desenvolvedores DevOps.

Portanto, o número de desenvolvedores necessários depende do tamanho do seu tipo de aplicativo fintech.

Se você já tem uma equipe interna, pode começar imediatamente. Caso contrário, você precisará contratar uma equipe ou terceirizar seu projeto para uma empresa de desenvolvimento SaaS. As empresas de terceirização podem ajudá-lo com soluções SaaS ponta a ponta. Ao escolher a opção de terceirização para seus projetos de SaaS empresariais, você colherá vários benefícios. Empresas de desenvolvimento de SaaS como Inseto cítrico Tecnolabs oferecer serviços de desenvolvimento acessíveis e altamente robustos. Essas empresas cuidam de todo o ciclo de desenvolvimento junto com atualizações automáticas. Além disso, terceirizar seu projeto de negócios SaaS permite contratar especialistas, o que geralmente leva menos tempo.

Faça um protótipo e fluxo de trabalho.:

Sempre que um software ou aplicação web é criado, é necessário criar um protótipo para melhor compreensão e melhor experiência do usuário. Prototipar com esboços e aprimorá-los com um clique cria uma imagem nítida.

Design de UI/UX:

Assim que seu protótipo estiver pronto, você poderá começar a desenvolver um design UI/UX em grande escala. O design UI/UX de uma aplicação fintech deve ser atraente para o usuário e fácil de usar. As etapas devem ser projetadas como uma forma de orientar o usuário e mantê-las simples e consistentes.

Desenvolva e verifique o MVP:

Criar um MVP é uma etapa essencial no desenvolvimento de um produto fintech digital. O produto mínimo viável lhe dará insights sobre suas aplicações e feedback valioso. Além disso, quando o MVP estiver pronto, você poderá testar e verificar se os recursos e funções estão funcionando corretamente ou não.

Lançamento e atualizações:

Lançar e atualizar um produto Fintech SaaS (software como serviço) será a etapa final para concluir seu projeto. Ao publicá-lo nas lojas de aplicativos, sites ou plataformas relevantes, o aplicativo ou software será disponibilizado ao público. Além disso, libere atualizações de aplicativos periodicamente para corrigir bugs, melhorar o desempenho e adicionar novos recursos. Considere o feedback dos usuários e as tendências do mercado ao planejar atualizações.

Durante todo o processo, é importante priorizar a segurança e a conformidade com os regulamentos e padrões relevantes do setor. Além disso, as aplicações fintech SaaS podem exigir parcerias com instituições financeiras e outros prestadores de serviços terceirizados para garantir a integração perfeita com sistemas bancários e gateways de pagamento.

Os regulamentos de produtos Fintech são seguidos de acordo com o país

Os aplicativos Fintech SaaS estão relacionados a transações monetárias e estão sujeitos à conformidade governamental. Se você pretende investir na construção de um produto SaaS fintech, você deve se informar sobre as regulamentações em sua região.

Regulamentação Fintech nos EUA:

Construir um negócio no setor financeiro requer o apoio do sistema jurídico e do governo. Existem alguns tipos de regulamentações nos EUA que você precisa conhecer antes de investir no setor financeiro.

O Reino Unido não possui um sistema administrativo unificado para empresas fintech. Posteriormente, as empresas financeiras SaaS devem avaliar o tipo, a escala e a estimativa do seu negócio para ver se ele se enquadra nos limites administrativos.

Uma vasta gama de legislação da União Europeia abrange diferentes tipos de serviços financeiros. Os padrões mais comumente seguidos são:

Conclusão:

O mundo gira em torno da digitalização e melhora diariamente. Todos os setores estão tentando se tornar digitais e oferecer flexibilidade aos clientes. O setor financeiro também oferece uma gama de serviços e produtos online. Atualmente, o setor fintech está expandindo seu mercado oferecendo aplicativos SaaS fintech. Todos os serviços, incluindo abertura de conta bancária e transferências internacionais de dinheiro, estão disponíveis através do seu dispositivo móvel com apenas alguns cliques.

Neste blog, aprendemos sobre fintech, seu setor e como você pode criar um produto SaaS fintech. Além disso, você adquiriu uma compreensão fundamental do setor fintech e das diversas leis e regulamentos internacionais. Se você pretende desenvolver um produto fintech, certifique-se de estar familiarizado com as regras e leis. À medida que a indústria fintech continua a redefinir os serviços financeiros, navegue Desafios do desenvolvimento de aplicativos SaaS torna-se imperativo para o sucesso sustentado e a inovação.

Perguntas mais frequentes

O que é tecnologia financeira?

A tecnologia financeira, também conhecida como fintech, fornece aplicações ou plataformas que permitem aos prestadores de serviços financeiros incorporar tecnologia nos seus produtos para melhorar a usabilidade e a experiência do cliente.

Como a fintech ajuda as empresas?

Uma solução financeira digital melhorará sua conexão com os clientes e permitirá que eles concluam transações importantes com mais rapidez:

Quais são os aspectos a ter em conta no desenvolvimento de uma aplicação fintech SaaS?

Os aspectos a serem considerados durante o desenvolvimento do Fintech SaaS são escalabilidade, integração, experiência do usuário, segurança e conformidade.

Como você escolhe uma empresa de desenvolvimento SaaS para seu produto fintech?

As etapas para escolher uma empresa de desenvolvimento SaaS para seu produto fintech são mencionadas abaixo:

  • pesquise a empresa

  • Priorize sua segurança

  • Entenda o fluxo de trabalho

  • Analise estudos de caso

  • Comunicações individuais com candidatos que poderiam trabalhar em seus projetos.

  • Finalize o acordo com a empresa terceirizada.

Ler:  Como utilizo os dados do cliente para aumentar o envolvimento do cliente?

Novas publicações:

Recomendação