URLs canônicos: por que são importantes e úteis Como usá-los

URLs canônicos ajudam os webmasters a resolver o problema de conteúdo duplicado.

Saber implementá-los corretamente é essencial para o SEO.

Além disso, usá-los incorretamente pode afetar negativamente o desempenho do seu site.

As tags canônicas existem desde 2009. Google, Microsoft e Yahoo se uniram para criá-las para ajudar os proprietários de sites a resolver rapidamente problemas de conteúdo duplicado.

Este artigo discutirá o que são URLs canônicos, como funcionam, por que são cruciais para o seu site e como usá-los.

Vamos começar!

O que é um URL canônico?

URL canônico, também conhecido como tag canônica, é um elemento de link HTML com o atributo de rel = canônico encontrado no elemento da sua página da web.

As tags canônicas informam aos mecanismos de pesquisa o URL preferido entre as diferentes versões de páginas da web.

Os motores de busca sabem qual página da web rastrear e indexar com a ajuda de tags canônicas. Isso é fundamental porque os URLs podem ter variações, mas com conteúdo semelhante.

Fonte da imagem: Gargalo Digital

Compare os seguintes URLs:

  • www.exemplo.com
  • https://m.exemplo.com
  • https://amp.example.com
  • https://example.com?ref=twitter

Embora os URLs sejam diferentes, eles se referem à mesma página da web.

Os mecanismos de pesquisa podem achar isso um desafio porque podem não saber qual deles tem o conteúdo certo.

No entanto, se você usar um URL canônico, os mecanismos de pesquisa classificarão apenas a versão preferida do seu URL em um conjunto de URLs e ignorarão o resto.

Portanto, mesmo que URLs diferentes no site tenham o mesmo conteúdo, seu site não será penalizado pelo Google.

Por que tenho conteúdo duplicado?

Se você possui um site, sabe que o conteúdo é rei. Além de trazer e atrair visitantes ao seu site, é o que os motores de busca analisam ao classificar os sites.

Ler:  Como visualizar contas privadas do Instagram em 2024 de forma simples

Se o seu conteúdo for único, relevante e envolvente, ele terá maiores chances de obter uma classificação mais elevada nos motores de busca.

Pelo contrário, os motores de busca diminuirão a sua classificação se o seu site tiver conteúdo duplicado.

Alguns webmasters nem sabem que têm conteúdo duplicado em seus sites.

Então, quais são os motivos do conteúdo duplicado?

Vários motivos podem levar à duplicação de conteúdo. Esses incluem:

  • Prefixo de domínio regional: Se o seu site estiver disponível em regiões diferentes, você precisará usar tags canônicas para apontar para o conteúdo principal e evitar conteúdo duplicado.
  • Variações de protocolo/subdomínio de transferência: Se você puder acessar um site por meio de URLs diferentes, conforme mostrado anteriormente, os mecanismos de pesquisa os considerarão como páginas separadas.
  • Versões móveis: As versões de sites para celular geralmente estão disponíveis por meio de URLs diferentes. Você precisa usar tags canônicas para diferenciar os dois.
  • Páginas de produtos: A questão do conteúdo duplicado é galopante nas lojas de comércio eletrônico, especialmente quando existem diferentes variações do mesmo produto.
  • Conteúdo copiado: Em alguns casos, você pode precisar de mais de um site para publicar o mesmo conteúdo. Se for esse o caso, você deve canonizar o conteúdo preferido.

Fonte da imagem: Explorar informações privilegiadas

O Google Panda foi um algoritmo lançado em 2011 que penalizava sites com muitas duplicatas e conteúdo de baixa qualidade. Agora, o Panda faz parte do algoritmo principal do Google.

Se não quiser que o Panda chegue ao seu site, você deve identificar e corrigir problemas de conteúdo duplicado no seu site com a ajuda de URLs canônicos.

Qual é a aparência de uma tag canônica?

Esta é a aparência de um URL canônico:

Suponha que você tenha uma página de produto de comércio eletrônico – myecommercesite.com/product-a

Agora, este produto pode ser acessado a partir de vários URLs, como:

myecommercesite.com/allproducts/product-a

myecommercesite.com/top-selling-products/product-a

myecommercesite.com/products-priced-below-100/product-a

Pode haver muitos URLs diferentes que podem apontar para o mesmo conteúdo.

Nesse caso, você deve adicionar um URL canônico na seção principal de todas as páginas duplicadas para informar aos mecanismos de pesquisa a versão correta do URL.

Em nosso exemplo, queremos manter o URL: myecommercesite.com/product-a como o URL preferido. Portanto, adicionaremos a seguinte tag canônica na seção de todas as três páginas de conteúdo duplicadas:

Por que tags/URLs canônicos são importantes para SEO?

Fonte da imagem: Shopify

A principal função das tags canônicas é resolver problemas de conteúdo duplicado.

No entanto, URLs canônicos também são cruciais para SEO. Aqui está o porquê.

Tags canônicas especificam o URL que você deseja exibir nos resultados da pesquisa

Quando você define uma tag canônica, os mecanismos de pesquisa sabem qual versão da página exibir. O conteúdo duplicado pode causar vários problemas de SEO e os mecanismos de pesquisa podem não saber qual conteúdo classificar. Como tal, eles perdem parte do seu conteúdo confiável.

Ler:  Como nomear sua agência digital – exemplos, ideias e exemplos Inspiração

Tags canônicas simplificam métricas de rastreamento para um único produto/tópico

Quando existem vários URLs, pode ser um desafio obter métricas consolidadas para conteúdo individual. No entanto, o uso de tags canônicas facilita o acompanhamento do desempenho de cada página.

Impede que o Googlebot rastreie páginas duplicadas

Se você tiver um site grande, as tags canônicas garantem que o Googlebot rastreie suas novas páginas da web em vez das versões duplicadas do mesmo conteúdo. No entanto, isso só pode ser um problema se você tiver centenas ou milhares de páginas.

URLs canônicos consolidam links para conteúdo duplicado e gerenciam conteúdo distribuído

URLs canônicos ajudam os mecanismos de pesquisa a combinar informações sobre um URL em um URL oficial. Além disso, também ajudam a consolidar a classificação da página no URL de sua preferência.

Quando e como você deve usar tags canônicas?

Agora que você entende o que são tags canônicas e sua importância para o SEO, vamos ver quando e como usá-las.

  • Use tags canônicas sempre que houver conteúdo duplicado em seu site.
  • Use-os ao oferecer produtos semelhantes com uma pequena diferença, especialmente se você possui uma loja de comércio eletrônico.
  • Use-os ao estruturar informações adicionais para um URL específico. Ele classifica e especifica o conteúdo de uma página da web (parâmetros de URL).

Diferença entre tags canônicas e redirecionamentos 301

Muitas pessoas usam tags canônicas e direcionamentos 301 de forma intercambiável.

No entanto, eles são diferentes um do outro.

As tags canônicas ajudam a especificar o URL que você deseja exibir nas páginas de resultados do mecanismo de pesquisa (SERPs).

Pelo contrário, um redirecionamento 301 ajuda a mover permanentemente um URL para outro. Quando um usuário digita um URL, ele o redireciona para outro URL. Ele comunica aos servidores, navegadores e usuários que o URL que eles estão tentando acessar foi movido para outro URL. Os usuários não percebem os redirecionamentos 301 porque o URL final é carregado no navegador.

Veja quando usar redirecionamentos 301:

  • Quando há uma mudança no nome de domínio devido a uma mudança de marca.
  • Se você alterou os URLs do seu site.
  • Quando uma página do seu site não existe mais.

Como criar tags canônicas no WordPress

A maneira mais fácil de criar e usar tags canônicas no WordPress é baixar um plugin para WordPress como Yoast SEO ou RankMath.

Aqui estão as etapas para criar URLs canônicos usando Yoast SEO:

  • Faça login no seu site WordPress.
  • Navegue até a página ou postagem que você deseja alterar.
  • Vá para a seção avançada da metacaixa Yoast SEO na guia ‘SEO’.

  • Insira a tag canônica completa, incluindo http/s e www ou não www, no campo ‘URL canônico’.

Se você estiver usando o plugin RankMath SEO, siga as etapas abaixo para criar URLs canônicos:

Ler:  3 etapas para obter backlinks da Wikipedia

  • Edite a postagem/página. Vá para o artigo específico que deseja canonizar e clique em ‘Editar’.
  • Navegue até a guia avançada localizada no Painel.

Fonte: Classificação matemática

  • Altere o campo URL canônico para apontar para a fonte principal do seu conteúdo.

Fonte: Classificação matemática

Depois de definir a tag canônica, salve a postagem e atualize como faria após publicar uma postagem.

Como criar tags canônicas no Wix

O Wix gera automaticamente tags canônicas para todos os seus posts.

Veja como alterar uma tag canônica personalizada no Wix:

  • Clique na página atual no canto superior esquerdo e role para baixo para gerenciar as páginas no editor do site.

  • Uma lista de páginas aparecerá. Clique em Noções básicas de SEO.

  • Clique na guia ‘SEO avançado’, role para baixo para encontrar o campo de URL canônico e clique em ‘Editar’.

  • Edite sua tag em “Valor da tag”.

Você também pode remover uma tag canônica e restaurar a original. Veja como fazer isso:

  • Vá para as configurações de SEO da sua página
  • Vá para a guia ‘SEO avançado’.
  • Passe o mouse sobre a tag sobre Meta Tags.

  • Clique no ícone ‘Mostrar mais’.
  • Clique em ‘Editar’.
  • Clique em ‘Redefinir padrão’.

Como criar tags canônicas no Shopify

Um dos principais problemas que você pode enfrentar ao usar o Shopify é a duplicação de produtos. Isso pode limitar sua capacidade de classificação.

No entanto, você pode reduzir problemas de duplicação de produtos usando tags canônicas precisas.

Você precisa editar como seu site gera ou extrai suas tags canônicas.

Veja como fazer isso:

Para adicionar uma tag canônica na loja Shopify, adicione o tema da sua loja e selecione “Editar código” em “Ações”.

Agora localize theme.liquid que você pode encontrar em “Layout”. Aqui, você precisa inserir o código abaixo acima do fechamento de .

  • Clique no ícone ‘Mostrar mais’.
  • Clique em ‘Editar’.
  • Clique em ‘Redefinir padrão’.

Práticas recomendadas para tags canônicas

Lembre-se das seguintes práticas recomendadas ao otimizar URLs canônicos:

Usar URL Absoluto

Você pode usar rel=”canonical” com links absolutos ou relativos. No entanto, para minimizar a confusão, você deve sempre usar URLs absolutos, como:

E não:

Audite seu site em busca de problemas de canonização

Sempre inspecione suas páginas da web para garantir que o conteúdo duplicado tenha uma tag canônica. Para inspecionar qualquer URL, você pode simplesmente verificar o código-fonte HTML de qualquer página para determinar se uma tag canônica foi adicionada a alguma página duplicada.

Você precisa garantir que a página seja rastreável e indexável. Abra o Search Console e insira o URL da página na parte superior da barra, conforme mostrado na imagem abaixo.

Agora espere um segundo e a ferramenta dirá se sua página é rastreável e indexável ou não.

Use tags canônicas com moderação

Você só deve canonizar páginas com conteúdo duplicado; caso contrário, você corre o risco de excluir outras páginas relevantes das classificações. Portanto, canonize apenas se as páginas forem semelhantes.

Ler:  4 maneiras de reviver sua estratégia de SEO rapidamente e prosperar online

Canonize sua página inicial

É sempre recomendável canonizar sua página inicial porque é a página mais referenciada. Além disso, as duplicatas da página inicial são as mais comuns.

Sempre use URLs em letras minúsculas

Os mecanismos de pesquisa tratam URLs maiúsculos e minúsculos como URLs diferentes. Ao usar tags canônicas, use letras minúsculas para consistência. Isso é importante porque garante que o URL correto seja indexado.

Use a versão correta do domínio

HTTP e HTTPS não são intercambiáveis ​​e se você trocar suas tags canônicas, isso poderá confundir os bots do mecanismo de pesquisa. Portanto, se o seu site usa HTTP, não defina suas tags canônicas com HTTPS.

No entanto, o Google recomenda o uso de HTTPS em seu site para melhorar a experiência do usuário. Portanto, você deve mover seu site de HTTP para HTTPS para torná-lo seguro e amigável para UX.

Erros a evitar ao implementar tags canônicas

A implementação de tags canônicas pode ser complicada. Aqui estão os erros que você deve evitar ao implementar tags canônicas.

Não impeça o Google de rastrear URLs específicos por meio do Robots.txt

Se o Google não rastrear ou indexar uma página, a página não terá nenhuma chance de classificação. Em vez de impedir que o Googlebot rastreie páginas diferentes, use links canônicos e os próprios mecanismos de pesquisa saberão qual página exibir.

Sinais Mistos

Canonize apenas uma fonte de conteúdo original para várias páginas. Em termos simples, não canonize a página A > página B e depois a página B > página A.

Isso é confuso, certo? O mecanismo de pesquisa pode fazer uma escolha errada. Se a página A for canônica, o esquema de canonização correto deve ser página B > página A; página C > página A; página D> A e assim por diante.

Canonizando para um redirecionamento 301

Você não deve canonizar um URL que será redirecionado. Em vez disso, defina o link canônico como o alvo de redirecionamento.

Canonização para conteúdo irrelevante

É fácil pensar que a canonização de conteúdo não relacionado pode aumentar a classificação da página, mas a canonização não funciona dessa maneira – apenas conteúdo canônico duplicado.

Configurando vários URLs canônicos

Se você definir várias tags, elas serão ignoradas pelos mecanismos de pesquisa. Não inclua duas tags canônicas no . Se você definir várias tags, os mecanismos de pesquisa irão ignorá-las. Portanto, cada página deve usar uma única tag canônica.

Pensamentos finais

Resumindo, uma tag canônica é um URL escolhido como URL mestre para um conjunto de páginas da web duplicadas.

A maior vantagem de usar links canônicos é que eles impulsionam o SEO, aumentam o fluxo de tráfego e melhoram a confiabilidade dos dados coletados do Google Analytics.

Comece a usar URLs canônicos para atualizar sua estratégia de SEO e marque este guia de tags canônicas para referência futura.

Novas publicações:

Recomendação